O Estádio

Por on on
fechado [x]

História do Estádio

O Estádio Nacional de Brasília foi fundado em 10 de março de 1974, ainda sem estar completamente pronto. A pausa nas obras aconteceu para a realização da cerimônia de sua inauguração que teve a disputa vitoriosa do Corinthians contra o Ceub, time da casa.

Na época, o campo esportivo fazia parte do Complexo Poliesportivo Presidente Médici. Localizado na região central do Distrito Federal, o complexo contemplava o Ginásio Nilson Nelson, o Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet e o Estádio Governador Hélio Prates da Silveira.

Participante da região poliesportiva, o estádio abrigava vestiários, sala de fisioterapia, alojamento, restaurante e academias. Além de ter uma escolinha de futebol, o campo esportivo oferecia outras modalidades desportivas, como judô, ginástica, capoeira e dança.

Entre as décadas de 1980 e 1990, período áureo do estádio, é realizada uma reforma no espaço. A partir desse período, os moradores do Distrito Federal e demais regiões passam a contar com posto policial, médico e de saúde, juizado de menores, auditório, cinema, centro de convenções e teatro no interior do Estadio Mané Garrincha. O novo nome é dado em homenagem ao brilhante jogador das pernas tortas.

Com o plano de melhorias, é expandido o estacionamento aumentando a área para quase 100 mil m² de espaço para ônibus, estacionamento VIP com 222 vagas e oito mil vagas para estacionamento público.

Copa do Mundo de 2014

Com a definição de que o Brasil seria sede da Copa do Mundo de 2014, em 2009, é desenvolvido um projeto de novas melhorias do espaço com o intuito de atender as exigências da FIFA.

Em 26 de julho de 2010, dá-se início a demolição da estrutura do antigo estádio e prepara-se o canteiro de obras para a nova construção que contou com 177.096,46m³ de concreto, 22.243.151,03kg de aço, 170t de areia, 15.000m³ de madeira, 120t de prego e 105 mil parafusos.

Assim como em 1974, as obras do novo complexo são pausadas para realizar, em 18 de maio de 2013, após 1027 dias de obras, a cerimônia de inauguração. Com a presença da Presidente da República, Dilma Rousseff, acompanhada do então governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz e de autoridades locais e nacionais foi dado o chute inicial no campo da arena.

A nova estrutura deixa de ter a capacidade total para 45.200 pessoas e passa a ter 71.400.

Sobre a nova estrutura

O estádio foi idealizado a partir dos conceitos arquitetônicos vistos em vários monumentos da Capital Federal. E teve como base os traços marcantes do arquiteto Oscar Niemeyer.

A esplanada ao redor da arena tem 19 portões e 158 catracas, a área permite acesso a todos os níveis de arquibancada de forma independente e rápida. A circulação interna é feita por meio de 50 rampas, 4 escadas rolantes, 60 escadas normais e 20 elevadores. O tempo de evacuação do local é de até oito minutos.

Projetada para receber eventos diversos, partidas de futebol, shows, espetáculos, conferências e reuniões, a estrutura da arena conta com 74 camarotes, 276 sanitários, 40 bares, dois restaurantes e 14 lanchonetes.

A cobertura é autolimpante. A técnica da membrana foi desenvolvida no Japão. Ela é feita de dióxido de titânio, material que libera moléculas de dióxido de oxigênio quando exposto ao sol – o processo chama-se fotocatálise. Essas moléculas dissolvem a poeira e o produto é “varrido” pela água da chuva. Com isso, até mesmo a sujeira acumulada durante o período da seca será removida já nas primeiras chuvas. A película ainda é capaz de capturar a poluição de mil carros por dia.

Com placas fotovoltaicas, suprirá até 100% de seu consumo de energia mensal. O consumo energético dependerá da utilização da arena. E para economizar em até 20% o consumo de energia, a iluminação de algumas áreas do estádio utiliza lâmpadas de LED, que têm maior durabilidade.

Dados técnicos

Área construída: 218.798,09m²
Área ocupada (com estacionamento): 716.329,75m²
Área coberta: 74.952,58m²
Área do entorno da arena: 617.870 m2
Quantidade de setores: 4
Capacidade total de público: 72.788, (após a realização da Copa do Mundo da FIFA 2014)
Assentos:
– Arquibancada inferior: 22.360
– Arquibancada intermediária, área de mídia, camarotes VIP e VVIP, portadores de condições reduzidas (PCR): 6.762
– Arquibancada superior: 43.666

Postado por: estadio

No comments yet.

Leave Your Reply

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O site estadionacionaldebrasilia.com.br é um portal independente que traz informações a população sobre o nosso estádio.

Informações sobre esportes em geral e eventos realizados no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

ANUNCIANTE: