Andrés compõe nova diretoria com deputado do PT e André Negão




Andrés Sanchez só não confirmou ainda a direção das categorias de base do Corinthians (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O presidente Andrés Sanchez anunciou na noite desta segunda-feira a composição da nova diretoria do Corinthians. Entre os dirigentes nomeados, estão o diretor de relações institucionais e internacionais Vicente Cândido da Silva, deputado federal eleito pelo Partido dos Trabalhadores (PT), e o agora diretor administrativo André Luiz de Oliveira, o André Negão.

Vicente Cândido da Silva é companheiro de partido de Andrés, também deputado federal por São Paulo, e foi relator da Lei Geral da Copa em 2012, além de ter assumido a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dois anos depois.

Já André Negão, vice-presidente na gestão de Roberto de Andrade e amigo e assessor de Andrés, ficou conhecido por ter sido conduzido coercitivamente para prestar depoimento à Polícia Federal (PF) em 2016. O nome do dirigente constava em uma planilha de pagamentos de propina da construtora Odebrecht, responsável por erguer o estádio de Itaquera e alvo da Operação Lava-Jato. Ele negou as acusações e pagou R$ 5 mil de fiança por ter sido detido por porte ilegal de arma.




Em comunicado publicado no site oficial do Corinthians, Andrés agradeceu à antiga diretoria e deu boas-vindas à nova. “Alertando-os sobre a responsabilidade que passa a cair sobre os seus ombros, na construção de um Corinthians cada dia melhor e maior, comprometido com sua essência e origem, o Time do Povo, em que todos têm sua vez, na saudável mistura de todas as raças, etnias, religiões e visões políticas”, ressaltou o presidente.

Alguns nomes da diretoria de Andrés já eram sabidos desde quando ele venceu a eleição, como o de Duílio Monteiro Alves no futebol e o de Luis Paulo Rosenberg no marketing. Resta ainda, porém, confirmar quem ficará a cargo das categorias de base, hoje sob a incumbência de Carlos Nujud, Carlos Roberto Auricchio, o Nenê do Posto, e Jacinto Antonio Ribeiro, o Jaça. A tendência é de que o trio seja mantido.

Com a nova composição do Conselho Deliberativo, dividido em chapinhas, Andrés Sanchez ainda encontrou na implantação de diretores-adjuntos um meio de agradar a mais setores do clube, ávidos por também integrar a administração. O braço direito de André Negão na administração, por exemplo, será Eduardo Caggiano, que ocupou o posto na gestão anterior e esteve envolvido na polêmica concessão de descontos para a reativação de títulos de associados do Corinthians às vésperas da eleição.

Confira toda a nova diretoria do Corinthians:

Diretor de futebol: Duílio Monteiro Alves
Diretor-adjunto de futebol: Jorge Kalil
Diretor de marketing: Luis Paulo Rosenberg
Diretor financeiro: Wesley Melo
Diretor de negócios jurídicos: Fabio Trubilhano
Diretor administrativo: André Luiz de Oliveira
Diretor-adjunto administrativo: Eduardo Caggiano Freitas
Diretor de patrimônio e obras: Aurelio de Paula
Diretor-adjunto de patrimônio e obras: Leandro Martins da Silva
Diretor de relações institucionais e internacionais: Vicente Cândido da Silva
Diretor de esportes terrestres: Donato Votta de Carvalho Filho
Diretor-adjunto de esportes terrestres: Luiz Wagner Alcântara
Diretor de esportes aquáticos: Marco Antônio Soares de Paula
Diretor-adjunto de esportes aquáticos: Fabrício José Parras Vicentim
Diretor cultural: Carlos Roberto Elias
Diretora-adjunta cultural: Michelle Weinberger Coutinho Silva

O post Andrés compõe nova diretoria com deputado do PT e André Negão apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: gazetaesportiva.com
Author: Helder Guimaraes Junior

Postado por: estadio