Brasiliense vence Gama no 56º clássico Verde-Amarelo




Sextou! O maior clássico do futebol do DF aconteceu na noite de sexta-feira de carnaval (09). No campo, o Gama saiu na frente, mas perdeu força física no segundo tempo e acabou cedendo a virada para o Brasiliense.

O jogo
O Gama começou mais ligado na partida. Com três minutos, a equipe entrou na área amarela e tentou três chutes, com Murilo, Tarta e Gordo, todos abafados pela zaga.

Aos sete minutos, o alviverde abriu o placar. Gordo recebeu na entrada da área e bateu rasteiro de perna esquerda, sem chance para o goleiro Bruno Fuso, para a festa do torcedor gamense, que àquele momento, era maior no estádio Nacional.

Gama surpreende e abre o placar antes dos dez minutos de partida - Foto: Carlos Teixeira/Agência EB
Gama surpreende e abre o placar antes dos dez minutos de partida – Foto: Carlos Teixeira/Agência EB

Depois do gol, as marcações das equipes equilibraram o duelo e as chances diminuíram. Aos 25, o Gama achou um espaço e Gordo recebeu livre na direita, mas bateu para fora.

Aos 39 minutos, pouco após o primeiro chute do Brasiliense ao gol, pênalti para o Jacaré. Jacó derrubou Badhuga na área e o árbitro apontou para a marca da cal. Na cobrança, Nunes gastou frieza e bateu tranquilo no meio do gol para empatar o confronto.

Jacó derruba Badhuga na grande área e a arbitragem marca o que seria o gol de empate do Brasiliense - Foto: Fernando Godoy/Agência EB
Jacó derruba Badhuga na grande área e a arbitragem marca o que seria o gol de empate do Brasiliense – Foto: Fernando Godoy/Agência EB

O segundo tempo foi de muitas faltas e pouca bola. Com 15 minutos, o árbitro já havia mostrado o cartão amarelo três vezes.

Ainda em meio às faltas, o Jacaré desperdiçou duas chances de virar o jogo. Na primeira, aos 27 minutos, Souza bateu falta na área e Léo espalmou nos pés de Badhuga. Com o gol aberto, o zagueiro mandou por cima da meta gamense. Aos 33, a segunda tentativa. Após bate-rebate, Aldo ficou cara a cara com o goleiro, mas bateu fraco.

No minuto seguinte, o Jacaré se aproveitou da fragilidade física do Gama e converteu as chances em gol. Nunes desceu pela esquerda e cruzou para Filipe Cirne, que não desperdiçou e virou tudo no Mané Garrincha, marcando o segundo do Brasiliense.

Filipe Cirne entra no segundo tempo e marca gol da vitória do Brasiliense - Foto: Carlos Teixeira/Agência EB
Filipe Cirne entra no segundo tempo e marca gol da vitória do Brasiliense – Foto: Carlos Teixeira/Agência EB

Após a virada, as equipes não produziram nenhum lance de perigo e assim terminou a partida, com vitória do Brasiliense por 2×1.

Na sequência, o Brasiliense recebe o Paranoá em partida válida pela sétima rodada do Candangão 2018. Antes, o Jacaré enfrenta o Atlético Itapemirim/ES pela Copa Verde. Já o Gama recebe o Santa Maria pela sexta rodada.

CAMPEONATO BRASILIENSE- 5ª RODADA
BRASILIENSE 2-1 GAMA
09.02.2018 – ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRINCHA

Público: 3401 pagantes
Renda: 27.530,00

Cartões amarelos:
Filipe Cirne, Badhuga (Brasiliense)
Fernandinho, Jacó, Rafinha (Gama)

Brasiliense:
Bruno Fuso; Patrick (Filipe Cirne), Wallace, Badhuga, Mário; Aldo, Souza, Gabriel; Romarinho (Elcarlos), Reinaldo (Peninha), Nunes.
Técnico: Rafael Toledo

Gama:
Léo; Murilo (Samir), Lúcio, Jacó, Rafinha; Wagner, Robston, Tarta, Gordo (Fábio Gama); Fernandinho, Fábio Saci (David Dener).
Técnico: Ricardo Antônio

Fonte: esportesbrasilia
Author: Willian Matos




Postado por: estadio