Cerrado Basquete está pronto e quer surpreender na Liga Ouro 2018




O Cerrado Basquete, um dos representantes da capital federal na Liga Ouro 2018, quer surpreender na competição. A equipe, que obteve a vaga na quadra, por ser o campeão da Supercopa Brasil em 2017, disputará pela primeira vez a segunda divisão do basquete brasileiro. Esta é a porta de entrada para o tão cobiçado Novo Basquete Brasil.

O verdão candango será treinado por Alexandre Jackson, que já teve passagens por Botafogo, Fluminense, América, Jequiá, e que estava no Iesplan. Ao lado de Jackson, o auxiliar técnico será Marco Carvalho, técnico com vasta experiência no basquete brasiliense e que treinou o time feminino do Brasília Vizinhança na temporada 2014 da LBF.

A base do Cerrado Basquete será formada, na maioria, por jogadores que foram campeões candangos da Liga de Basquete do DF, a Braba, em 2017. O elenco é formado pelos alas Mião, Bruce, Paulo Lourenço, Lima, Jhony, Breno e Victor Goiano; pelos armadores Boris e Gabriel; pelos alas-pivô Alan, Dany e Anderson; e pelos pivôs Eric, Peterson e Iago.

Outro grande nome trazido pelo Cerrado Basquete é conhecido da torcida candanga. O armador Fred Santos, de 37 anos, vestirá a camisa do verdão nesta temporada. O jogador já teve passagens pelo UniCEUB/Brasília, pelo Flamengo e disputou o NBB 2016/2017 pelo Caxias do Sul.

Armador Fred, com passagem pelo UniCEUB/Brasília, é um dos grandes nomes do Cerrado Basquete para a Liga Ouro 2018 - Foto: Stephen Eilert/Solar Cearense
Armador Fred, com passagem pelo UniCEUB/Brasília, é um dos grandes nomes do Cerrado Basquete para a Liga Ouro 2018 – Foto: Stephen Eilert/Solar Cearense

Patrocínios garantidos
Na corrida para poder demonstrar garantias financeiras para disputar a Liga Ouro 2018, assim como determina a Liga Nacional de Basquete, o Cerrado Basquete foi atrás e parceiros e fechou quatro patrocinadores para a temporada.

O principal patrocinador será o Banco de Brasília, por meio da Corretora Seguros BRB. Green Ambiental, Bluefit Academia e Iesplan fecham o rol de apoiadores. O Iesplan, inclusive, será o palco das partidas do Cerrado Basquete na Liga Ouro.

Cerrado Basquete foi campeão invicto do Candangão 2017 de basquete - Foto: Carlos Teixeira/Agência EB
Cerrado Basquete foi campeão invicto do Candangão 2017 de basquete – Foto: Carlos Teixeira/Agência EB

Caminho longo
A primeira partida em casa será no dia 09 de março, às 20h, frente ao Unifacisa/Campina Grande, no Ginásio do Iesplan, na 910 Sul. A estreia do time na Liga Ouro será fora de casa, diante do Brusque/SC. O jogo acontece na próxima terça-feira (27), às 20h, na Arena Brusque.

O caminho do Cerrado Basquete começa a primeiro turno com três jogos fora de casa: Brusque (27.02), Blumenau (01.03) e Londrina (04.03), que serão feitos de ônibus. Depois, o verdão candango realiza quatro jogos em casa na sequência: Unifacisa/Campina Grande (09.03), Macaé Basquete (17.03), São José Basket (21.03) e Corinthians (24.03). A primeira fase termina no Distrito Federal, jogando contra o Brasília Basquete, no Ginásio da AsCEB, em 31 de março.

Os nove times da competição jogam entre si em turno e returno. Os seis melhores avançam à segunda fase, sendo que os dois primeiros vão direto para as semifinais. Os outros dois classificados sairão de um playoff olímpico, entre 3º x 6º e 4º x 5º, numa melhor de três partidas.

Fonte: esportesbrasilia
Author: Rener Lopes




Postado por: estadio