Ricciardo admite torcida por punição a rivais, mas defende Vettel

Daniel Ricciardo terminou o treino classificatório deste sábado na sexta colocação. O australiano, contudo, largará no 11º lugar do grid de largada, uma vez que foi punido com cinco posições por conta de uma troca de turbo do seu carro. Sempre bem-humorado, o piloto da Red Bull admitiu que torce para que Sebastian Vettel e Lewis Hamilton também sejam punidos para, quem sabe, ter um caminho um pouco mais fácil rumo a um pódio.




Vettel pode ser punido por ter pesado o carro com o motor ligado. Já Hamilton, mesmo sem intenção, corre o risco de represália por ter fechado o russo Sergey Sirotkin no trecho que dá acesso à reta dos boxes, o que por pouco não causou um grave acidente.

“As coisas poderiam ser melhores se eu terminasse uma posição acima, mas vamos ver. Se houver mais punições para o pessoal da frente [Vettel e Hamilton], espero que eles fiquem mais para trás do que eu e assim as coisas fiquem mais fáceis para mim”, disse aos risos.




Apesar do comentário, Ricciardo foi bastante sincero ao comentar o caso de Sebastian Vettel, que ficou extremamente irritado ao ser chamado para pesar o carro no meio do Q3, período decisivo para a definição do grid de largada e em que ainda não havia registrado a sua melhor volta.

“Tomara que os comissários não tomem a decisão baseados nos meus comentários, mas, se eu estivesse no lugar do Vettel, eu estaria frustrado também, porque a chuva estava vindo, ele ainda não havia feito a sua melhor volta. Os comissários estavam adiando a qualificação dele, colocando-o em risco. Te chamar antes de você fazer uma boa volta é como se estivessem controlando seu treino classificatório. Deste ponto de vista, eu me simpatizo com Vettel”, prosseguiu.

Já em relação ao seu dever de ter de fazer uma série de ultrapassagens na corrida deste domingo, já que almeja um bom resultado no Brasil, Daniel Ricciardo lembrou que já possui experiência no Autódromo de Interlagos, uma vez que no ano passado largou em 14º e terminou a corrida na sexta colocação.

“Peguei uma certa experiência no ano passado, quando larguei lá atrás também. Consegui detectar alguns trechos da pista ideais para ultrapassagens. Espero fazer algumas ultrapassagens amanhã rapidamente. Não creio que será algo fácil com os carros da Haas e da Sauber por perto, mas vou tentar fazer com que se torne fácil se eu quiser ter alguma chance de chegar entre os cinco primeiros”, concluiu.




O post Ricciardo admite torcida por punição a rivais, mas defende Vettel apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: gazetaesportiva.com
Author: Marcelo Baseggio Moschini Teixeira

Postado por: estadio